Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2008

Prendas de Natal

Imagem
O segundo trailer de Australia está aí e se por um lado não podemos escapar à história de amor épica e maior que uma vida, não podemos também negar que é a história de amor épica e maior que uma vida com melhor aspecto dos últimos anos. As imagens falam por si.

A tiny street art project

Imagem
Não, não são os restos de um encontro imediato de terceiro grau, nem a devastação de um mundo sem seres humanos. E, embora pareça depois de um confronto com tal abelha, também não se trata de terem encolhido os miúdos. Estamos sim perante Little People , um conceito diferente de arte e uma ideia original de exposição, onde as peças são espalhadas pela cidade à espera que o transeunte as encontre, e de preferência que não as pise!

Do you consider the book to be autobiographical?

Imagem
Uh, well, I mean... isn't everything autobiographical? Before Sunset

In Bruges

Imagem
Para quem nunca lá foi (como eu) é um passeio turístico de encher o olho. Para quem gosta de cinema (como eu) é um sumarento conto negro de assassinos. Para quem não depositava fé alguma em Colin Farrell (como eu) é a chamada bofetada de luva branca. Para todos os outros, é paragem obrigatória do roteiro cinematográfico deste ano. In Bruges conta a história de dois amigos, assassinos profissionais, que são enviados numas aparentes férias para a pequena cidade belga. Não havia pior destino, queixa-se Farrell ( I didn't even know where Bruges fucking was! ) perante uma pacatez que o consome e o descentraliza da sua realidade fria e sanguinária. Esta dupla vê-se então obrigada a trocar as armas pelos guias turísticos e a entrar na normalidade de um sossego que afinal não é o que parece. A aparente moleza da narrativa (que pode ser apontada por alguns como o defeito primário desta obra) é preenchida por diálogos sensacionais e demonstra que apenas com três peças se constrói um ópti

The Air I Breathe

Imagem
The Air I Breathe é a prova de que não basta ter um bonito tabuleiro de xadrez com figuras de marfim. É preciso saber jogar o jogo. E Jieho Lee não soube. Este mosaico de histórias é um sem número de passos em falso e escolhas erradas. A começar pelo tempo dado a cada um dos intervenientes, colocar Brendan Fraser e Sarah Michelle Gellar com o maior tempo de antena, atirando para segundo plano Kevin Bacon e Forest Whitaker, parece-me uma decisão de quem não conhece o cinema americano dos últimos 10 anos, e então colocá-los juntos parece-me uma decisão de quem não conhece o cinema de todo. É um casal de protagonistas fraquíssimo, com pouco ou nenhum carisma, e que enche por completo mais de metade do filme, obrigando-nos a engolir minutos pesados de aborrecimento. O que realmente queríamos ver acaba depressa e está mal explorado, fica quase sem interesse e sentimos inúmeros talentos ali desperdiçados (como Julie Delpy e Emile Hirsch ), como de visita a um sítio que nem eles pe

Bad Things

Em breve falarei do regresso de todas as séries que acompanho e daquelas que irei acompanhar. Do novo e do velho. Do melhor e do pior. Meia dúzia de linhas que exprimem bem as ideias e que guardo em banho-maria até todas as estreias estarem concluídas (a 9 de de Outubro já devemos ter todos os motores a trabalhar). Por enquanto deixo-vos com Bad Things de Jace Everett , naquele que é o melhor genérico de abertura desde Dexter . E isto é uma certeza.

Nunca viste?

Imagem
O primeiro episódio da quarta temporada de How I Met Your Mother aborda uma temática importante, um problema que assola muitos pares apaixonados de pipoqueiros e cinéfilos, uma questão que pode chocar o outro quando a resposta é negativa. Falo de quando o outro nunca viu um dos nossos filmes favoritos. Nunca viste o Guerra da Estrelas ? Pergunta Ted à sua cara metade. Nunca viste o Indiana Jones ? Já perguntei eu à minha. Realmente, constatar que ela nunca viu alguns dos clássicos da minha vida, passa por ser um enorme choque. Quase crime. Muitas interrogações de como é possível, seguidas de muitas injurias da parte dela, acho que não gosto muito desse Jones …Desse Jones ??Mas estamos a falar ali do Zé da barbearia ou quê?[Uma amiga minha um dia disse que não gostava da Guerra da Estrelas porque andava lá um homem horroroso vestido de negro]. Segue-se então a tentativa de conversão, olha o que eu trouxe para vermos! Sorri (que remédio) e lá começamos a ver. Constantemente a minha c

Happy Bossday

Imagem
A good man is hard to find. Born in the usa há 59 anos recheados de glory days, este continua tougher than the rest. E nós continuamos com um hungry heart dancing in the dark. It's gonna be a long walk home, to my hometown. But tramps like us, baby, we were born to run.

Je n'aime que toi

A Bond Canção

Imagem
A questão aqui não é se a comunidade masculina prefere uma Bond Girl ou outra . [Até porque o grau de dificuldade desta pergunta é idêntico ao daquela que nos faziam em criança: gostas mais do papá ou da mamã? Não dá para responder.] A interrogação que eu levanto é se este Another Way To Die é o melhor tema de abertura desde GoldenEye? Eu acho que sim. Só tenho pena que a menina Alicia Keys não tenha dado uma perninha atrás das câmaras, é que pelo que vimos em Smokin' Aces as armas ficam-lhe a matar.

Então não é que

depois de um zapping tardio, concluo (com alguma tristeza) que já fui três vezes ao cinema* ver o Van Damme . *há muito muito tempo atrás, mas mesmo assim não há perdão, eu sei.

11 anos depois

Imagem
O poster aí em cima, o trailer aqui ao lado e uma questão: mas o Leonardo DiCaprio não envelhece?

Why are women infertile?

Theodore

Imagem
Prison Break é sem dúvida um produto gasto, que depois de uma primeira série genial desceu em direcção a um universo seco de ideias, sem sentido nem rumo. Mas, apesar desta confissão, Robert Knepper , com o seu T-Bag, continua a ser um pecado impossível de rejeitar. E em breve será transportado para o grande écran no terceiro capítulo da saga Jason Statham dá porrada em toda a gente mas a malta diverte-se como o caraças!

História de um poster

Imagem
That was an extreme case, that John Carpenter remake. They called me on the phone and said, "We're re-doing The Thing. It's the same story as the first movie, more or less. So send us a drawing." I didn't see anything on the movie. I didn't read the script, I didn't see the stills, I had nothing to go on. So that one was more generic than anything else out of necessity. It took one day and one night to do the whole project. (Todas as outras histórias do senhor Drew Struzan aqui . Vale a pena.)

Embate

Imagem
Não existem dúvidas que este é um verdadeiro choque de titãs, um duelo entre o melhor de duas gerações distintas. Meryl Streep , senhora que não sabe estar mal, e Philip Seymour Hoffman , o meu actor favorito na actualidade, dão vida à história de uma freira que, num colégio paroquial em 1964, acusa um padre de abusar sexualmente de um estudante negro. John Patrick Shanley escreveu a peça, vencedora do Pulitzer em 2005, escreveu o argumento e realizou este filme que tem estreia marcada para 12 de Dezembro.

Conflitos

Seems to me the basic conflict between men and women, sexually, is that men are like firemen. To men, sex is an emergency, and no matter what we're doing we can be ready in two minutes. Women, on the other hand, are like fire. They're very exciting, but the conditions have to be exactly right for it to occur. Jerry Seinfeld

Alba comigo

Imagem
Foi com o objectivo de levar os mais jovens às urnas que Jessica Alba se deixou fotografar nestes preparos. A campanha é do grupo Declare Yourself e o resto da galeria, com inúmeras caras conhecidas e (obrigatoriamente) caladas, está aqui .

Lugar comum

Imagem
Antes de os ver, queria acreditar que Shyamalan voltaria em boa forma e que Chris Carter faria deste novo tomo um acontecimento. O que sucedeu não foi nem uma coisa nem outra e estes dois filmes têm em comum as arestas do amor e da desilusão: - Se um foi um produto televisivo fortíssimo, talvez o meu último grande ritual de sofá, o outro era carimbo de qualidade, certificado de suspense e terror, reinventando as histórias e ambientes com um forte toque pessoal que nos fazia ansiar pela próxima obra; - Ambos tinham um antecessor que desiludiu muita gente e a expectativa para uma redenção gloriosa era altíssima. Gostei de ambos, mas reconheço na cegueira apaixonada os inúmeros, e valentes, pontos fracos; - Tanto um como o outro têm um início arrebatador. Desde o plano aberto do gelo até aos bancos do jardim tudo é incrivelmente bem construído; - Depois do começo, exprime-se um evento onde se espera constantemente mais, queremos sucessivamente mudar a câmara de sítio e ver outras c

A outra segunda-feira

Imagem
Sempre foi um dia difícil, especialmente pastoso quando estamos precisamente em cima dele. Acordei cansado, ensonado e mal amado. Não é a festa que os Bangles fazem, não é só mais uma segunda-feira, é uma carruagem que vem atrelada a outras quatro, e que devagar elas andam. Mas, depois de sentado e preparado, leio a notícia que a Premiere vai voltar às bancas, que vou voltar a folhear cinema, que vou voltar a ir à papelaria e apontar para a Angelina Jolie. É a melhor notícia cinematográfica dos últimos tempos. Sinto-me agora como os velhotes do Cocoon depois do seu mergulho na piscina, novo e fresco que nem uma alface à espera daquele velho e saudoso cheiro a papel.

Os puritanos

Imagem
Ao que parece a MPAA não autorizou este poster de Zack and Miri Make a Porno , a mais recente comédia de Kevin Smith . Sendo assim apenas os canadianos vão ter direito a ver este atentado ao pudor, esta pouca vergonha, este amontoado de corpos nus e objectos fálicos!O trailer esse, passou à censura e chegou aqui.

Pedidos de casamento

Imagem

Q de Qualidade e G de Van Sant

Imagem
Gus Van Sant atrás das câmaras. Sean Penn à frente das mesmas. É difícil pensar num batido melhor para beber por alturas do Natal. O filme (que encabeça a lista dos prioritários aqui no blogue) conta a história de Harvey Milk (1930-1978) , activista e político, que foi um dos primeiros homossexuais assumidos a ser eleito a um cargo público nos Estados Unidos. O trailer apareceu hoje e a espera é agora, oficialmente, mais penosa.

Associações

Sempre que ouço o One of Us na rádio lembro-me imediatamente desta cena. Inevitável.

Canal Memória

O menino dança?