quarta-feira, 20 de junho de 2007

Infiltrações


Agora que já vi o The Departed posso dizer que:

- Sim é um excelente filme. Sim mereceu sem dúvida o Óscar.

- O ambiente criado, desde a esquadra até ao bar onde Nicholson opera, é fantástico, com uma imensa personalidade, quase que cheiramos aqueles fumos e aqueles diálogos.

- Mark Wahlberg tem o interpretação do filme.

- A música do início assenta que nem uma luva e canta-se assim.

- O trailer tem o sempre nostálgico Comfortably Numb.

- Percebemos que Scorsese é um excelente realizador mas percebemos também que nunca mais irá realizar uma cena como esta:





2 comentários:

João Gaspar disse...

dois pontos:

1. o meu computador não me está a deixar ver que cena é aquela do youtube. faz favor, diz lá o que é para eu emitir a minha sabichona opinião.

2. o departed é do caralho do scorcese. o responsável pelas piores 3 horas de agonia que já passei numa sala de cinema a ver o di caprio fingir muito mal que é o rei do mundo e depois a fingir ainda pior que é maluco e obsessivo-compulsivo. por isso, merda para o scorcese. só vejo os antigos dele, agora. ou tem o de niro, ou foda-se.



ps: desculpa os impropérios, mas o gajo desconcerta-me. não sei se ajuda a compreender a minha raiva mas ainda por cima vi o aviador no gira, acho eu.

M.Ferreira disse...

A cena é do Tudo bons rapazes.Primeiro, não se volta a encontrar um trio como De Niro, Joe Pesci e Ray Liotta. Segundo não se volta a construir a frieza e violência pintada nos actos destes três.Terceiro o Aviador foi um dia mau. Quarto ele(Scorsese) foi muito bom.Quinto infelizmente já não volta a ter o nível do ponto anterior.Sexto andas mesmo malcriadão.