terça-feira, 24 de maio de 2016

Parece-me que encontrámos o tal vencedor

Falando agora de séries, Preacher: melhor piloto do ano e uma promessa do caraças. O meu pobre coração, sem conhecer de fundo o material de origem, está naquele limbo de entrega total e reticência. Mas que gozou forte e feio, durante uma hora, lá isso gozou. E boom, lá se foi o Tom Cruise.

1 comentário:

A Lenda disse...

Vou ver só por este teu comentário. Eu conheço o material de origem a fundo e isso vai-me tornar mais sensível que o costume (o material de origem deve estar nas minhas 3 bd's preferidas...ou talvez seja mesmo a minha preferida, depende do dia). O que li sobre a série não me prometia muito mas vou confirmar se os meus receios têm fundamento ou és tu que tens razão :)

Nuno Rechena