terça-feira, 5 de maio de 2015

Até sempre

Não te podia deixar ir embora sem antes, também eu, te escrever em qualquer sítio. Sem flores, nem carolices, apenas um tirar de chapéu. Justified era a série que seguia há mais tempo, sem acasos nem imprevistos. Sempre deliciado com os apetrechados diálogos, a tensão inigualável e aqueles dois. Foda-se. Como deixar ir uma parelha tão definida e construída, vivida na sua própria indefinição e construção. Cliques, ou alinhamentos, de quando tudo está certo. Telefone em baixo mas certos porque viemos. Obrigado malta.

3 comentários:

João Bizarro disse...

Epá, obrigado pelas palavras antes de ter começado a ver.
O melhor de ter visto tudo seguido foi ter sempre um episódio a seguir para ver.
Excelente

Ana S. disse...

O Timothy Olyphant é dos actores mais subestimados dos últimos anos. Adoro a série e vai deixar saudades.

Anónimo disse...

Para mim será eternamente o Raylan Givens. Esta série teve diálogos e momentos que me ficarão para sempre. E são muito poucas as séries ou filmes que o podem dizer :D
Nuno Rechena