terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

2 comentários:

cinemapongal disse...

Excelente artigo. E só reforça uma ideia que tenho há bastante tempo: o cinema hoje em dia cada vez menos é uma arte para passar a ser uma forma de entretenimento fácil e desmiolado. Ainda há duas semanas um amigo meu preferiu ir ver o Gulliver em vez do Hereafter porque, segundo ele, o último "tem só história(sic)".

Se há coisa de que gosto em todo este oscar buzz é que o facto de um filme mais alternativo estar nomeado confere-lhe o direito de passar pelo menos uma semana nos multiplexes desse país fora - mesmo aqui no "enterior desquecido e ostracizado" de onde teclo. No Verão... que se lixe. Vamos para a praia! ;)

Miguel Ferreira disse...

Sim é sempre bom os filmes mais pequenos conseguirem este reconhecimento, é sinónimo de, como dizes, projecção em mais salas de cinema. Valha-nos isso!=)