quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Namorar Lost

"Last month, when I watched five seasons of Lost in three weeks, I mentioned that my girlfriend broke up with me for a few days until that project was completed. I'm dangerously close to this happening again. On Tuesday, she had an important meeting and wanted to meet out later to celebrate. I declined because it was Tuesday, which is Lost night. This either makes me a terrible boyfriend or a huge fan of Lost. I'm not sure which scenario bothers me more. Where's Jacob when you need him?" [F]

Novo vício

A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo

Os homens que odeiam as mulheres foram lidos e vistos. A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo ofereceu-me, recentemente, a sua última página. Enquanto não sigo para o palácio das correntes de ar gostava que cá chegasse a segunda adaptação cinematográfica. Para cima deles Lisbeth.

A Baía da Vergonha

The Cove - A Baía da Vergonha, nomeado para o Óscar de Melhor Documentário em 2010, é um grito de revolta contra a chacina de golfinhos que acontece na baía de Taiji, Japão. A luta, entre a coragem de uns e a crueldade de outros. Importante apelo que pode ser visto a partir de hoje em águas lusas.

Do avesso

Fizeram uma adaptação do Moby Dick. Com dragões. O mundo não faz sentido.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

domingo, 14 de fevereiro de 2010

[Esqueço-me duma data de coisas, mas nunca me esqueço duma data]

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Confissão

Numa altura em que a Empire o nomeia como "O Pior Filme de Sempre" eu pecador me confesso: quando era miúdo comprei a banda-sonora do Batman e Robin.

Hat-trick?

Os brinquedos de Andy preparam-se para dar o último passo. Aquele que, muito provavelmente, fará desta saga uma das melhores trilogias da história do cinema. Até termos a certeza, ficamos de dedos cruzados e maravilhados com o seu mais recente trailer.
[O momento do Ken e da Barbie é genial]

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

O que ficou de fora

Ainda falando de New York, I Love You, deixo aqui a curta realizada por Scarlett Johansson, que acabou por não ter lugar na montagem final. Chama-se These Vagabond Shoes e a única versão disponível está dobrada.

Juntas não fazem uma

Para quem gostou de Paris, je t'aime este New York, I Love You é uma tremenda desilusão. À ausência de nome nas pequenas histórias junta-se a ausência de conteúdo. Estamos perante maus rascunhos de boas ideias. E se o individual não consegue nunca arrancar e ganhar forma, o global apresenta-se como um produto frágil, sem personalidade nem cheiro. Ainda assim, de todas as aventuras amorosas, conseguimos destacar uma ou duas com especial carinho. A minha favorita é a de Brett Ratner, onde um jovem aluado leva a filha do seu farmacêutico a um baile de finalistas. E a vossa?

Fã desnaturado

Ontem John Williams fez 78 anos e aqui o fã, nem uma mensagem de parabéns deixou. Mas um dia é só um dia, umas horitas a mais, tempo curto para rapidamente corrigir tal falha. Porque mesmo tarde nunca poderei deixar de referir que grande parte do meu imaginário cinematográfico - da magia, dos sonhos, do eterno - devo a este grande senhor. E que a música continue, sempre.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Então mas isto não era sobre robots?

Nomeados Óscares 2010


- Ena 10 nomeados, rima com o ano presente e tudo. São tantos, quase cabiam todos;
- Até está lá um filme com a Sandra Bullock;
- Depois temos a obra dos Coen, aí surpreenderam-me;
- E nas nomeações para Melhor Canção com "The Weary Kind" de Crazy Heart. Não me digam que esta categoria é agora uma coisa séria;
- Ter a Sandra Bullock e a Meryl Streep na mesma categoria devia dar pena de prisão;
- E Meryl Streep estabelece novo recorde com 16 nomeações no seu currículo;
- Jeremy Renner é uma magnífica surpresa em The Hurt Locker e uma das nomeações mais justas;
- Sim eu sei, a Vera Farmiga é um borrachão, mas daí a nomeá-la pelo passeio domingueiro de Up in the Air ainda vai um longo caminho;
- Cada vez mais curioso com Precious;
- A lista oficial aqui;
- Se calhar falei demasiado na Sandra Bullock;

Miss Potter

Hoje, ao ver o trailer de um filme muito engraçado com Freddie Prinze Jr., lembrei-me de Monica Potter. Não que algum dia a tenha esquecido, mas a sua carreira relativamente discreta fez com que outros sorrisos escondessem o sol. Facto este corrigido: The Last House on Left já no leitor e Parenthood ainda mais debaixo de olho.

Groundhog Day

Chegamos ao interminável 2 de Fevereiro. Uma data fria, celebrada lá nos cantos da neve, e nunca esquecida nas salas cinéfilas do resto do mundo. Isto tudo porque Harold Ramis um dia se lembrou de fazer uma das comédias mais brilhantes de sempre. E roda a música.