domingo, 2 de dezembro de 2007

O lado bom

Sou contra a publicidade nos cinemas, principalmente em longas fatias e depois dos trailers, logo quando a pessoa pensa que está livre, pimba, os foguetes e as letrinhas em baixo a indicar que vamos ver um pouco de televisão. O bom disto tudo são dois ou três anúncios (e suas respectivas bandas sonoras) que não conhecia e que realmente são outra coisa quando vistos num grande écran:
- Pepsi, música Hey now now
- Fiat Brava, música Meravigliosa Creatura
- Walkman, este com música original e direito a aparecer aqui.





(o resto deixem para as pessoas e seus respectivos zappings, ou então passem no intervalo enquanto eu vou à casa de banho)

3 comentários:

João Gaspar disse...

o da pepsi é muito bom.

mas publicidade no cinema é daquelas coisas que não fazem sentido. é como o coelhinho da páscoa no natal.

e proporciona um sentimento de estar a ser roubado. no gangster americano vi 20 min de pub+trailers. no the brave one, 30.


e nesta linha não se nota muito, mas estou a praguejar de forma veemente.

M.Ferreira disse...

O pior é enganarem os espectadores com os trailers primeiro, isso ainda me deixa mais defraudado. Qualquer dia dão a meio do filme, está o Denzel a matar um outro senhor quando de repente, vá lá, recicla, por favor,dá-me essa gentileza?

Jp disse...

Lol